sexta-feira, 3 de março de 2017

SARANDI: Polícia Civil está perto de prender o assassino do taxista


Na manhã desta quinta-feira (2), a Polícia Civil de Maringá e Sarandi prenderam três homens que estão envolvidos em vários assaltos e possivelmente em dois ou mais homicídios ocorridos na cidade. Durante as buscas, armas foram apreendidas. Na casa de Marcos Antônio Barbosa da Silva, de 26 anos, o vulgo "Paraíba", uma pistola calibre .40 com numeração raspada foi apreendida. Na casa de uma adolescente, os policiais localizaram uma outra pistola, uma 7.65. De acordo com a Polícia Civil, estas duas armas de fogo foram usadas para matar o taxista Clayton de Almeida Souza, de 34 anos, assassinado com vários tiros no dia 4 do mês passado em Sarandi. No dia em que os policiais encontraram o corpo do taxista, estojos de calibres .40 e 7.65 foram achados ao lado do cadáver. Um dos meliantes presos na operação desta quinta-feira (2) também confessou que as armas foram usadas na morte de Clayton. O delegado Adão Rodrigues, da delegacia de Sarandi, confirmou que o principal suspeito de matar o taxista já está identificado, porém, não está preso porque ainda está sendo investigado. Outras pessoas poderão ser presas na sequência. O taxista Clayton teria envolvimento com os presos da operação. 
Colaboração: André Almenara

Nenhum comentário:

Postar um comentário