quinta-feira, 2 de março de 2017

MARINGÁ: Mulher é espancada pelo patrão


Uma tentativa de homicídio aconteceu na manhã desta quinta-feira (2) dentro de uma empresa de telhas que fica localizada ao lado de um posto de combustíveis, no Jardim Ouro Cola, em Maringá. Edcarla Valéria Paludeti, de 30 anos, foi brutalmente agredida pelo seu patrão e pelo filho do dono do estabelecimento. Os agressores usaram um pedaço de caibro utilizado em machado para bater na mulher. As agressões foram contra a cabeça de Edcarla que ficou inconsciente até a chegada da ambulância do Siate e médico do Samu. Uma equipe da Defesa Civil que passava pelo local foi quem deu os primeiros atendimentos. O marido da vítima, o senhor Valdeli Laureano de Oliveira, de 54 anos, assistiu toda a agressão e não pode fazer nada. O marido contou aos policiais militares que tem problema de saúde nas pernas e não pode defender a esposa que ainda tentou lutar contra os dois homens. O motivo ainda é desconhecido pela polícia, mas um próprio funcionário relatou que Edcarla teria quebrado vidros na empresa e tentado furtar ferramentas do local, já que a mesma é usuária de entorpecente. O proprietário do disk telhas e o filho fugiram do local e devem se apresentar na delegacia na presença de advogados. A vítima foi encaminhada em estado muito grave para o pronto socorro do H.U onde permanece internada. O delegado-chefe da Polícia Civil, Pedro Luiz Fontana, disse ao repórter André Almenara que nada justifica tamanha agressão contra a mulher, e que os autores do crime serão responsabilizados pelo que fizeram na vítima.
Colaboração: André Almenara

Um comentário:

  1. Realmente uma mulher com todo este porte físico precisa ser parada na bala, nem seria com pedaço de pau, dois homens não conseguiriam conte-la, e policia não existe pra ser chamada. Coisa de bandido, marginal, mal caracter, PAI E FILHO DEVEM SER PRESOS E COLOCADOS NA CELA COM 30 HOMENS E AVISAR ELES PQ ESTÃO PRESOS, depis a guarda pode ir buscar a janta dos coitadinhos e voltar uma meia hora depois, vamos ver se toda esta valentia vai servir la dentro.

    ResponderExcluir