segunda-feira, 27 de julho de 2015

MARINGÁ: Maníaco faz mais uma mulher de vítima


Um trabalhador rural de 38 anos ligou para a Polícia Militar de Maringá na tarde desta segunda-feira (27) para comparecer em uma plantação de milho, pois ele tinha encontrado um cadáver. Esse local onde foi encontrado o corpo fica na rodovia PR-317 na saída para Iguaraçu há cerca de 8 quilômetros após a Avenida Morangueira. O corpo era de uma mulher que estava nua e com vários sinais de agressão no pescoço, face, e braços. Possivelmente, a mulher sabendo que seria morta tentou lutar com o homem, mas o assassino bateu muito na vítima até matar a mulher estrangulada. A Polícia Militar e Civil não encontraram roupas da vítima, entende-se que o assassino depois abusar da mulher deixou o corpo na plantação e levou suas vestes. O maníaco não se preocupou também em esconder o cadáver, já que o trabalhador rural que estava usando uma máquina colheitadeira enxergou o corpo que ficou há poucos metros do carreador. A mulher que tem pele branca, cabelos pretos e longos, unhas pintadas de azul, 1,62 de altura, e aproximadamente 35 anos. Para o delegado de polícia, Diego Almeida que já está investigando mais essa morte, ele acredita que esta vítima foi morta na noite de domingo (26). No mês de março, uma outra mulher foi encontrada morta próximo desse local onde esta vítima foi localizada na tarde desta segunda-feira (27). De acordo com repórter policial, Roberto Silva, que cobre a área policial há mais de 30 anos, já é a quarta mulher que é encontrada morta nas proximidades. A Delegacia de Homicídios precisa urgentemente identificar essa mulher para poder começar ouvir pessoas da família e amigos da vítima. André Almenara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário